Um novo recomeço*




Com toda certeza esta cena pode ter surgido em algum momento na sua vida: depois de um período nebuloso, sofrido, um estado de luto mesmo, eis que chega a hora de colocar a vida em ordem, as coisas em seu devido lugar.

Assim como eu, você já deve ter perdido o rumo, sentiu que algo não completava a sua vida ou até mesmo quebrou a cara, seja com o amor, amigos, trabalho, família, Até chegar ao momento de colar os pedaços e colocar o “trem de volta aos trilhos”.

Posso te dizer por experiência própria que é difícil passar por esse momento e não se sentir perdido, muito complicado pensar em algo novo, recomeçar depois de ter levado uma verdadeira sacudida da vida.

Nesse momento, é extremamente chato ouvir conselhos, nada é absorvido, tudo se torna pesado.  E te digo que não compreender as coisas e refletir sobre algo esse recomeço logo de cara é normal, tudo preciso de um tempo para ser analisado, absorvido. Eu mesma posso confessar que tenho certa resistência com relação a recomeçar.

Mas, a vida sempre me dá uma “balançada”, vire e mexe estou recomeçando. Não faz muito tempo estou neste processo. Uma separação me fez enxergar a vida com outros olhos. Na solidão, pude perceber o quanto estava apegada a algo que jamais existiria, apenas uma fantasia, fruto da minha imaginação. Fiz projeção de muita coisa, sonhava com detalhes que não aconteceria. Pura decepção.
Nesse “novo recomeço”, encontrei afago, um colo literalmente. Tornei-me mais próxima de amigos e renovei a minha fé, passando a orar mais. Sabe o conforto, aquela paz de espírito que tanto precisa? Encontrei sim.

Tá ai: sua fé pode te ajudar a trazer o rumo de que tanto precisa independente da sua religião, da sua crença. Elevar seu pensamento, meditar em coisas positivas pode fazer milagres. Por que não colocar o pé na água do mar em um belo por do sol? Se acreditar que isso vai te acalmar, vá em frente, siga e confie.
Saber o momento de recomeçar é importante. Apenas você e somente você pode achar o momento certo para isso. Saiba que uma dor jamais será o suficiente para te derrubar. Hoje mesmo tive a prova disso.
Ter a consciência de que meus/seus problemas não são maiores em comparação com uma pessoa que esta doente de cama por exemplo. Ou minha dor é menor do que qualquer outro tipo de problema. Você dá a grandeza por aquilo que quer dar. Tudo poder ser resolvido no tempo certo, basta acreditar e confiar.
Mas, que tal tirar o peso das coisas? Tente um simples exercício: e se outra pessoa estivesse no seu lugar, o que será que ela faria?
Agiria da mesma forma?
Faria diferente?
Talvez fizesse da mesma forma, ou poderia fazer diferente, nesse caso não saberemos.
Muitas vezes fico com medo de recomeçar, tenho medo do que vou encontrar pela frente, receio de que algo não saia da forma como eu espero. Quero sempre ter o controle das coisas, saber o terreno que estou pisando. Recomeçar significa não ter esse controle, saber que tudo acontecerá no momento certo, na hora certa.
A vida passa a ter mais sentido, tudo acaba por ficar mais leve. Entender que esse é o propósito do amadurecimento humano, ajuda nesse processo. Saber equilibrar emoções, saber que tudo é passível de erro, que o ser humano é falho, também alivia esse peso. Somos testados o tempo inteiro, nossas relações são postas a prova a partir do momento que abrimos os nossos olhos para um novo dia e vai perdurar até o anoitecer.
Até lá, com toda certeza muita coisa rola por debaixo da ponte. Então, não tenha medo de recomeçar, refazer a sua vida, seus projetos. Nada dura para sempre. Nem mesmo um luto é eterno.



*publicado originalmente no site Coletivo Minissaia (www.coletivominissaia.com.br)
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

FESTA DE IEMANJÁ

Coquetel marca lançamento da Arquiteta Thais Fonseca como Instablogger de Decoração

Prepara!!! O novo Coletivo Minissaia chegou!