Sempre me transformando*


*Texto postado originalmente no Instagram: @vivo_escrevendo.



Nem sempre estamos preparadas para esse turbilhão de sentimentos. Vem de uma forma que se a estrutura não estiver fincada em bases sólidas, te derruba.

Passei por momentos ruins, difíceis com um término de um relacionamento doentio, que cobrava um amor que só existia na cabeça dele. Que cobrava, apenas cobrava. Até então não entendia que raios de sentimento era esse, pois estava tão desesperada por amor, que me contentava com migalhas.

Mas, afinal que amor era esse? Que sentimento pesado que gerava apenas cobranças, não somavam com sonhos, nem refletia desejos?

Sempre acreditei e quis um amor livre de amarras. Cada um vivendo sua individualidade , assim seria mais fácil se completar. Porquê não ter aquele momento com suas amigas e o boy ter o relax com os amigos? Viver o tempo todo grudado, acaba por trazer consequências desastrosas, acredite no que estou dizendo.

Mais madura, vejo que o amor nada mais é que a perpetuação de algo bom, soma de desejos, multiplicação de sentimentos, construção de projetos. Vejo o amor como algo puro, cristalino, incondicional. Sem esperar nada.

Há 2 anos, fiquei sozinha. Decidi que era o momento de me encontrar: comecei a estudar, a me conhecer, me realizar como mulher. No início, precisava juntar os pedaços de mim que foram estilhaçados com um término de um namoro que eu já sabia que não daria certo, mas que decidi investir, afinal o que poderia perder? Esse era o meu pensamento. Quanto estava enganada. 

Perdi muito: meu sono foi embora, a fome também... e não foi boa coisa, isso eu posso te garantir.

Nesse período de reflexão, te digo com todas as letras: Jamais, jamais faça isso: não faça do seu coração uma roleta russa. Seus sentimentos, seus pensamentos, seus objetivos, seus projetos, seus ideais precisam de você. Saiba que a sua vida, suas relações não dependem de terceiros, você não deve ser contentar com pouco.

Mas, como o destino adora pregar peças e nos revela o quão maravilhoso é se reerguer, renascer das cinzas literalmente. Nesse processo de autoconhecimento, descobrir que sou mais forte do que eu imaginava. Passei por poucas e boas, me reconstruir, montei todas as peças que estavam perdidas, encontrei meu rumo e hoje estou mais viva do que nunca. 

Hoje, digo que estou pronta para amar de novo (tenho consciência de que nada será fácil), e isso é o legal de se descobrir pronta para o sentimento.

Claro que tudo acontecerá no momento certo, sem amarras, sem cobranças, sem planejar, sem criar expectativa. Vamos deixar fluir. 
Nesse momento sigo sozinha, solteira, feliz. Mega feliz com esse processo. Isso que importa, o resto deixa pra lá. Melhor assim não?

Desejo muito amor próprio para vocês. Beijos pessoas.

Crédito de imagens: Pixabay. 
Link: https://pixabay.com/pt/photos/retrato-pessoas-escurid%C3%A3o-arte-3113651/




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

FESTA DE IEMANJÁ

Coquetel marca lançamento da Arquiteta Thais Fonseca como Instablogger de Decoração

Prepara!!! O novo Coletivo Minissaia chegou!